Sábado – 17.03 Grito Rock no CDA

Sábado – 17.03 Grito Rock no CDA

mar 17

HOJE NO CDA BAR  AS 22 HRS! 5º dia de Grito Rock Franca com: 

Pivetes é uma banda de punk (Califórnia – EUA / Sorocaba – Brasil). No Facebook 

 iansã Sorocaba-SP

‘A música é uma representação de quem nós somos. Somos uma montanha de vida espremida dentro de nosso corpo. O iansã começou e se vê assim. Uma explosão cheia de cores e nuances violenta e bela. Começamos em meados de 2009 com Mariana Rodrigues no baixo, Mandi Naughton na bateria, Marco Ruiz na guitarra e os vocais de Horácio Vieira. No começo de 2011 tivemos Mauricio Matos Caetano cantando a nossa frente. Agora somos 3. Sem voz.

Lançamos em julho/2010 nosso primeiro EP. produzido por Pêu Ribeiro, chamado “yo tengo ilusiones”. Fizemos ótimas turnês onde conseguimos novos amigos e admiradores de nossa música.

Relançaremos em breve a versão instrumental do EP.

Isso é tudo que queremos, cada vez mais.’

 Japanese Bondage (Sao Paulo – SP)

Saído dos febris pântanos da imaginação, o som da Japanese Bondage se apoia em pilares de concreto maciço construídos sobre a vertigem desértica da cidade grande. A banda nasceu em solo paulista, mas expira ares passados, vindos de algum lugar entre o sol escaldante da Califórnia e a fumaça industrial de Birmingham. Não à toa a grande influência setentista e lisérgica no début auto-intitulado, gravado entre 2009 e 2010.

O projeto, idealizado por Pedro Gesualdi, viu suas composições ganharem forma no Red Mob Studio, com produção de Piettro Torchio e Ricardo Cifas na bateria. O resultado é um EP que despeja rock and roll cru e ignorante, do jeito que tem que ser. Procurando a estrada, Pedro juntou-se a Bruno Lima (guitarra), Francisco Borelli (baixo) e João Gabriel Queiroz (bateria), que tocavam juntos há mais de 5 anos, e formaram a banda, que debruça-se com autoridade sobre a crocância e as calorias de um salgado de boteco em forma de música.

Os auto-proclamados “ditadores do mau gosto”, eles chegam à cena com poderosas canções que falam sobre situações rotineiras que vão desde um apocalypse zumbi até a saga de um antropófago pervertido, passando pela aflição do esquecimento e do auto-flagelo. Em suma, são sons que falam sobre a vida. Não como ela é, mas como ela virá a ser. E quando isso acontecer, esteja pronto. A Japanese Bondage está.

 

Austin ( Franca- SP)

“Mais de 10 anos dedicados ao Punk Rock!”
Essa é a contribuição de cada um dos membros da AUSTIN, que, tocando em projetos díspares, sempre trabalharam em prol da música independente.Trilhando caminhos diferentes, acabaram por se encontrar em meados de 2010, com o fim dos projetos anteriores. Haviam “sobrado”. E resolveram “sobrar juntos”… Com muita distorção e tum-pá tum-pá, claro!
Esse é o resumo de uma banda nova, com velhos integrantes. Ou integrantes velhos, tanto faz. 
O que interessa, em verdade, é a paixão pelo Rock! A mesma paixão da adolescência, a propósito. E a vontade de propagar, Brasil afora, as composições próprias, em inglês, mas de corações tupiniquins.
Com o primeiro álbum em fase final de produção (12 músicas), a AUSTIN cai na estrada pra divulgar o som e bater cabeça nos bares da vida!


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/guerrilhagig/blog.guerrilhagig.com/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273