Russia adota de vez Software Livre

Russia adota de vez Software Livre

jan 03

Nesta ultima semana Vladmir Putin anunciou que todas as instituições públicas russas deverão adotar o uso de FOSS, uma atitude que provavelmente não agrada muito a gigante Micro$oft.

Com a excelente atitude de em 2008 adotar o uso de software livre nas escolas, a Russia deu um grande passo cultural e economico com esta decisão, onde as escolas que não quisessem adotar software livre teriam que utilizar recursos próprios para adquirir sistemas proprietários.

Apesar do impacto negativo nos desenvolvedores de software, esta decisão veio como consequência do fato de que a Russia (acompanhada da China, e outros países asiáticos) faz o uso descontrolado de software pirata, alem de contra-produtivo a aplicação de recursos públicos em um país gigantesco como a Russia que tem vários desenvolvedores de grosso calibre, e famosos casos de hackers russos que fazem a festa nas janelas deixadas na segurança dos sistemas Microsoft, principalmente pelo grande número de estações zumbi-piratas em seu território.

Logo em seguida deste anúncio a Microsoft já tomou frente em oferecer “software de graça” para o uso de instituições e grupos russos na tentativa de barrar a evolução do uso de FOSS, algo similar como a distribuição de Licenças do seu sistema e seu pacote de escritorio por apenas $3. Vale lembrar que várias universidades americanas já descartaram a aquisição do pacote office, utilizando em grande escala as ferramentas colaborativas do google docs.

Vamos torcer para que este país gigantesco assim que divulgar suas economias com a aplicação de Software Livre consiga servir de exemplo para o Brasil, que desperdiça recursos, tecnologia e conhecimento queimando dinheiro com a Microsoft em um país que se apresenta uma das potências no uso e desenvolvimento voltado pra projetos FOSS.